Este site salva seu histórico de uso. Ao continuar navegando você concorda com a política de cookies e privacidade.

GVI Rodobens

Mudança sem dor de cabeça: veja o passo a passo de como mudar de casa de forma organizada

Tempo de leitura: 6 minutos
Mudança sem dor de cabeça: veja o passo a passo de como mudar de casa de forma organizada
29 abril 2021

Mudar de casa muitas vezes é significado de uma conquista. Pode ser para um imóvel maior, para uma localização preferida ou para a tão sonhada casa própria. No entanto, a conquista pode vir acompanhada da preocupação com a organização e migração dos móveis, eletrodomésticos, itens pessoais, enfim, tudo aquilo que levará junto com você para o novo lar.

A palavra de ordem para fazer tudo com tranquilidade, diminuindo os riscos de estresse e imprevistos é planejamento. Para isso, convidamos Claudia Trabuco, Personal Organizer de Itu (SP) para listar dicas importantes, que vão te orientar para que esse processo aconteça de forma leve e sem complicação.

Mudança para casa ou apartamento: veja os itens a conferir antes de iniciar o planejamento

Se a mudança for para um apartamento ou casa em condomínio fechado, Claudia alerta que o primeiro item do check-list é se informar sobre as regras do novo condomínio. A partir dessas informações, defina a data da mudança de acordo com os dias e horários permitidos.

“Certifique-se também de que não haverá outra mudança sendo realizada neste mesmo dia. Informe o zelador ou síndico para que providencie a proteção nos elevadores e, se possível, reserve uma vaga para o caminhão da transportadora em frente ao prédio ou residência com a ajuda de cones ou cavaletes”, recomenda a personal.

Anote outras dicas importantes:

- Faça a limpeza da nova casa com antecedência e providencie eventuais reparos necessários.

- Verifique se energia elétrica, gás e água estão em perfeito funcionamento.

- Identifique a voltagem e compatibilidade com os seus aparelhos eletrônicos.

-Providencie uma mala com as roupas, itens de higiene pessoal e lanches fáceis de preparar, necessários para os primeiros dias na casa nova sem precisar de ficar procurando em caixas.

- Separe e guarde com você documentos e objetos de valor que não serão transportados pela empresa de mudança.

- Comunique o novo endereço a bancos, companhias de água, luz, seguradoras, etc.

- Faça a programação de migração de serviços como telefonia e internet.

- Se tiver animal de estimação e for mudar para um condomínio, verifique se é pet friendly, ou seja, que permite animais.

Faça uma triagem do que será levado para a casa nova

A preparação para a mudança envolve um passo muito importante que é a triagem. Faça a separação de todos os utensílios e roupas que não estão sendo mais utilizados e direcione para doação ou venda (peças em bom estado) ou descarte (peças danificadas). “Estes itens não serão levados para a casa nova”, afirma Claudia.

Meça móveis que serão levados e compare com as medidas da casa nova, evitando possíveis problemas e o trabalho de transportar algo que não será utilizado.

Busque referências antes de contratar a empresa de mudança

Segundo a Personal Organizer, outro cuidado importante é a contratação da transportadora. Ela recomenda pedir indicações de amigos ou conhecidos e fazer uma breve pesquisa antes de fechar o negócio.

Faça um inventário dos bens que serão transportados pela empresa de mudança: quantidade de itens, descrição, estado da peça (se possui algum dano ou não) para que seja realizado um controle ao chegar na casa nova. “Essa informação será importante também para definição do seguro e evitar desacordos futuros. Leia todas as cláusulas do contrato e esclareça todas as dúvidas”, alerta.

Encaixote primeiro o que utiliza com menos frequência

Depois dos móveis, é recomendável carregar primeiro as roupas, objetos e utensílios usados com menos frequência e fora da estação do ano atual, além dos estoques (da cozinha, área de serviço e banheiros) e objetos de decoração. Deixe para carregar por último tudo aquilo que você mais usa e precisará usar primeiro na casa nova, como por exemplo utensílios de cozinha, produtos de limpeza e higiene pessoal.

Utilize caixas de diferentes tamanhos

O ideal é ter caixas de tamanhos diferentes, de acordo com o que será embalado para transporte para a nova casa. Quanto maior o tamanho da caixa, mais leve deverá ser o seu conteúdo. “Imagine por exemplo uma caixa grande com objetos muito pesados em seu interior: será muito mais difícil de carregar”, explica Claudia.

- Caixas grandes: itens leves e mais volumosos, como travesseiros, cobertores e colchas.

- Caixas médias: itens diversos, como alimentos, utensílios de cozinha, panelas, objetos decorativos, etc.

- Caixas pequenas: itens frágeis e mais pesados.

As roupas que estiverem penduradas não precisam ser retiradas dos cabides na hora da mudança. Se uma transportadora foi contratada, a dica de Cláudia é que seja utilizado o organizador próprio do tipo cabideiro. Assim na hora de guardar as roupas nos armários da casa nova, é muito mais rápido e prático.

Roupas dobradas e sapatos podem ser transportados dentro de malas. Faça a organização na mala seguindo o critério das suas gavetas, intercale colocando papel manilha entre as camadas.

Itens frágeis devem ser embalados de forma diferenciada

Itens frágeis como vidros, espelhos e louças devem ser embalados um a um, com plástico bolha. Preencha todos os espaços vazios dentro da caixa com jornal amassado para evitar que se movimentem dentro da caixa e corram o risco de quebrar. Identifique a caixa com a palavra FRÁGIL em destaque. O mesmo cuidado deve ser tomado com os objetos pontiagudos e cortantes, como facas, tesouras e ferramentas que devem ser embalados de forma especial para evitar acidentes, neste caso identifique a caixa com um aviso em destaque CUIDADO – OBJETOS CORTANTES. Coloque fita adesiva no fundo para reforço.

Ao chegar na casa nova: comece a organização pelos itens da cozinha, banheiros e suas roupas

Direcione as caixas para seus respectivos ambientes, exemplo: roupas no quarto, produtos de limpeza na lavanderia, panelas e utensílios na cozinha, higiene pessoal nos banheiros e assim por diante. Comece organizando os itens de primeira necessidade, como a cozinha, banheiros, assim como os itens de vestuário e objetos que você usa com maior frequência.

O objetivo da organização pós-mudança é criar áreas de circulação para que a rotina dos moradores volte ao normal o mais rápido possível mesmo em um novo imóvel, seja uma casa ou um apartamento.

“Se possível, conte com a ajuda de um organizador profissional que irá te ajudar a organizar o acervo da casa com base em critérios profissionais, como setorização, categorização, identificação dos espaços, além da realização das dobras padronizadas e consultoria em produtos organizadores para melhor aproveitamento dos espaços”, finaliza Claudia.

TAGS: mudança, mudança residencial, mudança de casa, imóvel, casa, apartamento, quarto, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, condomínio, personal organizer, organização de mudança, caixas para mudança, cabides


compartilhar